domingo, 27 de abril de 2014

A Hora da Limpeza

Após terminar de escrever um livro, o autor vira faxineiro. Ele começa e varrer todas as besteiras que escreveu quando estava bêbado, todas as besteiras que escreveu quando não estava bêbado. Tudo que pode haver de preconceito, de ofensivo. Coisas que não são, ou pelo menos não deveriam ser, de interesse do leitor. Passa um pano molhado em algumas palavras, muda outras de lugar, joga tantas no lixo e coloca alguns capítulos pra secar ao sol na esperança de que voltem sem nenhuma mancha. Ele cuida disso tudo como se fosse seu, e não  é. E no final do dia, cansado, porém satisfeito consigo mesmo, tudo que ele espera é o reconhecimento das pessoas pelas quais ele fez tudo isso.




Nenhum comentário:

Postar um comentário